segunda-feira, 3 de maio de 2010

É Para Amanhã


O ministro da economia disse que o pagamento só começa lá para 2013, o que serve como argumento para defender as obras públicas e os investimentos público-privados; parece que nos vamos comportar como aquela gente que compra carro mas não paga a prestação do dito no primeiro mês.

Manuel Alegre, enquanto espera pelo apoio da direção do PS, acabou por defender o mesmo, ao criticar Cavaco por se ter insurgido contra a estratégia do governo para o investimento público. Claro que ficou pelos jardins da sua ideologia do social, mas, esperava brio, quando é preciso dar a mão à palmatória, mesmo daquilo que, face aos factos, se comprova errado.

Sem comentários:

Enviar um comentário